Como ajudar alguém com uma crise de ansiedade

Como ajudar alguém com uma crise de ansiedade

  • 29 de agosto de 2019
  • 407

Passar por uma crise de ansiedade não é fácil. E quando presenciamos alguém passando por uma crise, muitas vezes nos sentimos retraídos e inseguros em ajudar por não sabermos o que fazer. Mas isso não é tão difícil quanto parece! Seguindo os passos descritos aqui, com certeza você vai saber como ajudar alguém que está passando por uma crise de ansiedade.

O que é ansiedade?

A ansiedade é uma emoção de curta duração comum desde a infância. Ela pode ser benéfica, nos trazendo motivação e produtividade. É uma emoção que envolve a expectativa pelo que há por vir. Ao mesmo tempo a ansiedade também pode causar desconforto e um tipo de medo ou preocupação com o futuro. Mas em excesso pode ser considerada uma doença.

A ansiedade é considerada um transtorno quando há um quadro clínico em que esses sintomas são primários, ou seja, não são derivados de outras condições psiquiátricas como depressão, psicoses,…. Mas podem ocorrer casos em que vários transtornos estão presentes ao mesmo tempo e não se consegue identificar o que é primário.

Tipos de ansiedade

A ansiedade pode ser classificada como: transtorno de ansiedade generalizada, síndrome do pânico, transtorno obsessivo compulsivo – TOC, fobia social, transtorno do estresse pós-traumático, fobia específica ou agorafobia.

ansiedade

Como ajudar alguém com uma crise de ansiedade

Existem diversas atitudes que você pode tomar para ajudar uma pessoa a passar por uma crise de ansiedade. No entanto, existem algumas outras coisas que devem ser evitadas.

Para facilitar este processo, você pode conferir a seguir 3 passos simples e básicos que vão te auxiliar na hora de ajudar alguém com uma crise de ansiedade.

Passo 1

O primeiro passo para ajudar uma pessoa que está passando por uma crise de ansiedade é compreender e entender como esta doença se manifesta. Procure se informar e se inteirar do assunto.

Embora muitas pessoas acabem confundindo uma crise de ansiedade com um infarto, devido aos sintomas comuns, uma crise de ansiedade não é fatal. Por este motivo, você não precisa se desesperar em chamar ajuda.

Outro ponto importante é que uma crise de ansiedade costuma durar muito pouco. Ou seja, em uma questão de apenas alguns minutos ela vai passar. Assim, mais uma vez, o mais importante é manter a calma.

Além disso, é muito comum que em uma crise a pessoa manifeste alguns sintomas como:

  • dor no peito
  • sudorese
  • tremor
  • palpitações e taquicardia
  • respiração ofegante
  • tontura
  • enjoo
  • dor no estômago

No entanto, todos são sintomas passageiros e dificilmente causam maiores prejuízos.

Passo 2

O segundo passo é um dos mais importantes: mantenha a calma. Presenciar alguém passando por uma crise de ansiedade pode ser difícil e angustiante, mas é importante que você mantenha a calma.

Quando uma pessoa passa por uma crise de ansiedade ela fica agitada, com medo e aflita. Neste momento, o que ela mais precisa é se acalmar. E seu primeiro papel neste momento é manter e passar a calma para ela. E a partir daí começa o processo de reversão da crise.

Passo 3

Apesar de chamar passo 3, esta etapa do processo auxilia a pessoa que está passando por uma destas crises, e consiste em várias partes.

Primeiramente você deve gerenciar os sintomas da pessoa que está passando pela crise de ansiedade. Um dos primeiros sintomas da crise é a respiração rápida. É esta hiperventilação que acelera a frequência cardíaca e acaba trazendo os outros sintomas,  como uma reação em cadeia.

Por este motivo, o primeiro passo é orientar a pessoa quanto à sua respiração. Assim, neste momento, é muito importante que você peça para que a pessoa respire devagar e profundamente. Uma ótima ideia é respirar desta forma junto com a própria pessoa, para que ela se sinta mais segura. O que também ajuda muito!

O próximo passo é tirar o foco do causador da crise. Procure identificar o motivo que levou a pessoa a desencadear a crise. É muito comum que estas crises aconteçam em situações tensas, onde a pessoa se sinta insegura.

técnica de relaxamento e calmante natural

Depois que você identificou a causa da crise de ansiedade, faça algo que tire o foco da pessoa na crise. Uma ótima alternativa é conversar sobre algum assunto que a pessoa gosta. Chamar ela para dar uma volta, uma caminhada também é uma ótima opção.

Por outro lado, você também pode tentar conversar com ela sobre os motivos que a levaram a ter a crise. Às vezes desabafar é uma ótima solução.

E por último, evite dizer certas coisas e minimizar o sofrimento da pessoa. Um exemplo disso é dizer à pessoa que ela está exagerando e que aquela reação não é necessária. Isso não ajuda!

Ajudar alguém com uma crise de ansiedade

É muito desconfortável e incontrolável passar por uma crise de ansiedade. Então faça o possível para ajudar. E como você pode perceber isso é simples. Basta ter um pouco de paciência e empatia e seguir estes três passos para deixar tudo mais simples. Além disso, assista ao vídeo a seguir para saber mais detalhadamente como ajudar alguém com uma crise de ansiedade.

Imagem

Share this Post