Como escolher a cor ideal para o quarto?

Como escolher a cor ideal para o quarto?

  • 20 de agosto de 2019
  • 123

Você está com dúvida para escolher as cores para seu quarto? Venha comigo descobrir aqui como deixar tudo mais fácil.

As cores fazem parte da nossa vida e estão em tudo, inclusive no nosso quarto. As opções de cores e tons são infinitas, isso sem contar as possíveis combinações entre elas. Cores podem parecer um detalhe meramente estético. Mas o que muita gente não sabe é que elas influenciam muito a nossa vida. Por isto, escolher a cor certa para o quarto é muito importante.

Escolhendo as cores do quarto

Para escolher a cor de alguma coisa, seja ela uma parede ou uma peça de roupa, você pode seguir vários critérios. Muitos optam por seguir somente tendências da moda. Enquanto outros preferem seguir apenas seu gosto pessoal. Estes são pontos importantes que devem ser levados em conta sim. Mas quando falamos de cores de um cômodo tão importante quanto o quarto, é primordial levar em consideração outros detalhes que podem fazer a diferença.

Primeiramente, antes de escolher a cor de qualquer coisa, deve-se levar em consideração a utilidade dela. No caso de um cômodo, é importante lembrar de quais atividade serão exercidas ali, e por quanto tempo. Outros detalhes importantes são as características deste cômodo, como o tamanho e a quantidade de luminosidade que entra nele.

Características do quarto

Apesar de nos depararmos com tendências da moda diferentes a cada estação, nem sempre elas realmente são aplicáveis ao nosso dia a dia. E isso não está ligado somente a moda fashion das passarelas.

Um exemplo interessante, é uma tendência atual nas cores para decoração. A cor preta está super em alta e é fácil de encontrar referências de quartos, com paredes pretas. O preto pode ser moderno e elegante, mas dificilmente ficará interessante em excesso em um quarto pequeno.

cor da parede do quarto

Assim, o primeiro passo para escolher a cor ideal para o seu quarto é levar em consideração as características dele. Desta forma, se seu quarto for pequeno e pouco iluminado, dê preferência a tons claros para grandes superfícies como paredes e cortinas.

É claro que por medo de errar muitos acabam optando neste caso pelo branco. Mas você não precisa ficar preso a ele. Cores como os cinzas, beges e outras em tons pastéis são ótimas para pintar as paredes e dar mais personalidade ao quarto. E você também pode investir em combinações de cores.

Quarto estreito, pé direito baixo e outros detalhes

Se seu quarto for estreito ou ter um pé direito baixo, você pode usar alguns truques para camuflar e aumentar estes espaços.

No caso de um a quarto estreito, opte por pintar três paredes com um tom mais claro. Depois você escolhe uma das paredes com maior distância da outra para pintar com um tom mais escuro.

Por exemplo, se seu quarto mede 2,5 metros de largura por 5 metros de comprimento, você pode ter a sensação de que seu quarto é estreito em relação ao comprimento. Para equilibrar usando cores, você pode pintar as duas paredes mais próximas de um tom mais claro. E as paredes mais distantes uma da outra, você pinta uma do mesmo tom das outras duas e a outra com um tom mais escuro. Usando esta técnica, você cria a ilusão de que o quarto não é tão estreito.

Este é o mesmo caso de um pé direito baixo. Se você quer que o teto do seu quarto pareça mais alto do que realmente é, use a mesma técnica. Assim, pinte as paredes de um tom um pouco mais escuro do que o teto. Neste caso eu gosto muito de optar pelo branco no teto e só deixar as paredes com cores.

E você ainda pode usar a mesma dica se você quer que seu teto pareça mais baixo. Mas, desta vez você deve pintar o teto com um tom mais escuro do que o das paredes.

Contudo, independente do caso, para utilizar essa técnica não é necessário que você use cores ou tons com muito contraste. Ou seja, nada de preto com branco, ou coisa assim. Usar uma leve variação de tom da mesma cor já é suficientes para este efeito.

Quarto pouco iluminado

Se você tem um quarto pouco iluminado é muito importante levar em consideração as cores. Neste caso cores mais escuras não são recomendadas, por não refletirem a luz e deixarem o quarto ainda mais escuro. Para iluminar seu quarto, dê preferência por cores claras e mais frias.

Para que seu quarto seja um ambiente bastante iluminado e agradável, preste atenção principalmente na cor da parede oposta à janela. Pois é a cor dessa parede que vai determinar o tom do seu quarto.

Um exemplo disso é quando você aplica a esta parede uma cor vibrante ou escura, ou até usa um grande móvel de cor escura, como um guarda-roupas nela. Assim, mesmo que você tenha escolhido cores claras, ou até mesmo o branco como cor predominante para o resto do quarto, ele vai continuar refletindo aquela cor escura e vibrante. E seu quarto vai ficar escuro da mesma forma. Então tenha bastante atenção com a cor da parede oposta à janela.

E se você ainda assim preferir um quarto com mais cores, invista em acessórios e itens menores. Neste caso abuse de objetos de decoração, almofadas e outros pequenos itens para colorir o seu quarto. Assim, você garante um quarto claro e com uma decoração mais leve e aconchegante.

Cromoterapia nas cores do quarto

Embora as características do quarto sejam alguns dos critérios importantes a serem levados em conta na hora de escolher a melhor cor para o quarto, eles não são únicos. A outra característica fundamental, que não está ligada a estética e que para mim pessoalmente é muito importante, é a influencia das cores em nós.

Pode até parecer bobagem. Mas sim! As cores fazem toda a diferença na nossa vida, influenciando nosso humor e nosso bem estar no geral. Por isto, uma das coisas mais importantes a serem levadas em conta na hora de escolher a cor para um cômodo, são as atividades que vão ser exercidas ali. Pois de acordo com a atividade precisamos de estímulos diferentes.

Cores estimulantes X Cores calmantes

Assim como eu já contei no post 5 maiores erros na decoração do quarto que atrapalham o sono, as cores podem inclusive interferir na qualidade do nosso sono. E isto se deve a um fato simples, as cores tem um grande poder sobre o nosso organismo. Dessa forma, através das cores podemos transformar um cômodo em um ambiente estimulante ou calmante. Este conceito é explicado e aplicado a partir da cromoterapia.

A cromoterapia é uma técnica terapêutica que usa as cores como forma de tratamento. Segundo a cromoterapia, cada cor nos estimula de uma forma diferente. Ou seja, cada cor interfere em nosso organismo de forma diferente. Principalmente em um ambiente onde passamos tantas horas como o quarto. Assim podemos dividir as cores em duas categorias: as cores quentes e as cores frias.

As cores quentes como o vermelho, o laranja, o amarelo e suas variações costumam causar agitação. Já as cores frias normalmente são cores calmantes. Neste caso temos os azuis, os lilases e os cinzas.

Então, na hora de escolher a cor que irá estampar as paredes do seu quarto, é sempre bom levar em consideração este conceito. Como o quarto é um lugar dedicado ao relaxamento e descanso, o ideal é investir em cores frias e evitar cores quentes. Assim você garante um ambiente relaxante.

No entanto, isto não impede que você use tons de vermelho, laranja ou amarelo no seu quarto. Então se essa é uma das suas cores favoritas e você não quer deixá-la de lado na hora de escolher a cor para o seu quarto, reserve-a para detalhes na decoração. Uma boa ideia nesse caso é pintar as paredes com cores frias e neutras, em tons claros, e colorir o quarto com objetos de decoração coloridos, como almofadas por exemplo. Mas lembre-se de não exagerar!

Gosto pessoal

Apesar destas técnicas fazerem toda a diferença na escolha da cor do quarto, o mais importante de tudo é que ela agrade a você. Afinal, é você quem vai passar horas dentro deste cômodo. E se as cores que o rodeiam não agradam o seu próprio gosto, de nada adianta aplicar alguma técnica ou tendência da moda na cor do quarto.

Assim, se você quer que seu quarto seja um ambiente onde você possa desfrutar de um bom descanso, leve em consideração tudo o que você aprendeu aqui. Mas principalmente, agrade a si mesmo!!

 

Imagem 1

Imagem 2

Share this Post