O que é sonambulismo? Causas, sintomas e fatores de risco

O que é sonambulismo? Causas, sintomas e fatores de risco

  • 9 de outubro de 2019
  • 44

qualidade do nosso sono pode ser prejudicada por vários fatores, e por vezes por algumas alterações conhecidas como distúrbios do sono. Entre estes distúrbios está uma parassonia chamada sonambulismo. Venha conhecer mais sobre este distúrbio do sono aqui. Entenda o que é sonambulismo, quais suas causas, sintomas e fatores de risco.

O que é Sonambulismo?

O sonambulismo é um distúrbio do sono classificado como uma parassonia. Ou seja, um transtorno comportamental causado ou exagerado pelo sono. As parassonias são uma categoria de distúrbios do sono que envolvem movimentos anormais, comportamentos, emoções, percepções e sonhos que ocorrem ao adormecer, ao despertar ou durante o sono.

O sonambulismo é um distúrbio que se manifesta durante o estágio do sono não-REM, ou sono profundo. A principal característica deste distúrbio é a realização de atividades motoras sem que o sonâmbulo tenha consciência do que está fazendo. Isto porque ocorre um erro no despertar ou desequilíbrio no despertar do cérebro, que ativa funções motoras da pessoa, mas sua consciência permanece inativa. Assim, ao despertar, é comum que a pessoa não se lembre do ocorrido durante a noite.

Normalmente os episódios ocorrem uma ou duas horas depois que a pessoa adormeceu, e duram de alguns segundos até cerca de 40 minutos. E quando eles terminam, a pessoa volta a dormir como se nada tivesse acontecido.

Antigamente, muitos acreditavam que uma pessoa não podia ser despertada durante um episódio de sonambulismo. Ou ainda que se ela levasse um susto, ela poderia ser curada do distúrbio. Mas isso não é verdade!

Não existe nenhum benefício ou cura nestas ações. O máximo que poderá acontecer é deixar o sonâmbulo confuso, sem entender o que está acontecendo.

Causas do Sonambulismo

As reais causas do sonambulismo ainda são desconhecidas. No entanto se sabe que ele acomete com mais frequência pessoas do sexo masculino, e que apresentam alguns fatores que podem aumentar o risco de desenvolver o transtorno. Entre eles, fatores genéticos e altos níveis de estresse físico e mental.

Contudo, há uma série de fatores que podem aumentar as chances de uma pessoa vir a desenvolver episódios de sonambulismo, como:

  • privação do sono;
  • fadiga;
  • estresse;
  • depressão;
  • ansiedade;
  • febre;
  • mudanças na rotina de sono;
  • alguns medicamentos;
  • ingestão de bebidas alcoólicas;
  • apneia do sono;
  • narcolepsia;
  • síndrome das pernas inquietas;
  • doença do refluxo gastroesofágico;
  • enxaqueca;
  • hipertireoidismo;
  • traumatismo craniano;
  • acidente vascular cerebral (AVC).

 

 

técnica de relaxamento e calmante natural

Sintomas do Sonambulismo

Uma pessoa com sonambulismo normalmente não irá identificar por si só os sintomas, uma vez que a pessoa raramente desperta durante os episódios ou recorda do ocorrido na manhã seguinte. Assim, os sintomas percebidos pela própria pessoa podem se resumir em um sono não totalmente restaurador – dependendo do grau de intensidade. Desta forma, os episódios podem ser identificados mais facilmente por um companheiro de quarto. Todos estão ligados a atividades motoras como:

  • sair da cama e caminhar pelo quarto;
  • sentar-se na cama e abrir os olhos;
  • falar – podendo ser uma fala sem sentido e desconexa;
  • dificuldade em acordar durante um episódio;
  • confusão e desorientação ao despertar durante um episódio;
  • voltar a dormir rapidamente depois de apresentar os comportamentos anteriores;
  • ter pouca ou nenhuma lembrança do ocorrido na manhã.

 

Fatores de risco

Existem três principais fatores que são considerados de risco e aumentam as chances da ocorrência de episódios de sonambulismo.

Genética

Alguns estudos apontam que o sonambulismo está ligado a alguns fatores genéticos. Assim, se você tem familiares que apresentam episódios de sonambulismo, existe uma grande chance de você também desenvolvê-lo.

Idade

Crianças que estão passando pela fase do amadurecimento cerebral, ou seja, entre os três a sete anos de idade, tem grandes chances de apresentarem episódios de sonambulismo.

Sexo

Alguns estudos também apontam que homens são mais acometidos pelo distúrbio.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o sonambulismo, não se esqueça de compartilhar este post com seus amigos e familiares!

CADASTRE-SE E FAÇA PARTE DA FAMÍLIA AMO DORMIR
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Join over 3.000 visitors who are receiving our newsletter and learn how to optimize your blog for search engines, find free traffic, and monetize your website.
We hate spam. Your email address will not be sold or shared with anyone else.
Share this Post